URUGUAIANA JN PREVISÃO
Calor

Uruguaiana teve maior temperatura dos últimos 62 anos

Foto: Ilustração

Uruguaiana registrou, na tarde desta quarta-feira, 12/1, na estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), 41,1ºC. Esta é a maior temperatura já computada nos últimos 62 anos. Segundo o ranking de maiores temperaturas registradas do Instituto, a estação uruguaianense ficou em segundo lugar, perdendo apenas para Quaraí, que registrou 41,5ºC.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a onda de calor envolveu o Rio Grande Sul nesta semana é fruto de uma massa de ar quente e seca que encobre o Estado que elevaria a temperatura da região na ordem de 3°C a 5°C. O Inmet também publicou um aviso de baixa umidade, informando que a umidade relativa do ar pode variar entre 30% e 20% até a tarde desta sexta-feira, 14/1. Fazendo um comparativo para compreender em um nível macro a situação que os uruguaianenses estão passando, um dos locais mais secos do planeta, o Deserto do Atacama localizado no Chile, possui umidade em torno de 10% ou 11%.

A MetSul Meteorologia, uma das principais empresas de informação meteorológica do Conesul, classificou como "brutal" a onda de calor responsável por essa elevação brusca de temperaturas.


Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181