URUGUAIANA JN PREVISÃO
Crise Econômica

Comércio cai 3,9%, mostra indicador do Santander

Varejo terá recuperação lenta diante da perda de poder aquisitivo da população

Foto: Ilustração

O indicador IGet, elaborado pelo Santander em parceria com a Getnet mostrou que o comércio varejista caiu 3,9% em outubro em relação ao mesmo período de 2020. Agosto e setembro também tiveram resultados negativos e uma recuperação lenta do setor é esperada nos últimos dois meses do ano. 


Esta recuperação reflete a "normalização" dos padrões de consumo das famílias diante aumento das imunizações e relaxamento das medidas de segurança contra a covid. 


De acordo com a pesquisa, na comparação anual, apenas peças automotivas, artigos farmacêuticos e outros tiveram alta, de 15,2%, 2,5% e 10,1%, respectivamente. Livros tiveram a maior queda, com 32,3%, móveis e eletrônicos retraíram 23,3% e vestuário, 11,1%. Supermercados recuaram 5,8%, material para escritório, 5,9% e materiais de construção 6,3%. 


Serviços, foi colocado como o setor que deve ter crescimento devido ao aumento da mobilidade após os períodos de isolamento mais intensos. Porém, a persistência de más condições financeiras das famílias e a instabilidade da inflação diante do cenário político podem dificultar as possibilidades de crescimento.

Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181