URUGUAIANA JN PREVISÃO
Exportações

China derruba embargo à carne bovina brasileira

Foto: Ilustração

O Ministério da Agricultura confirmou nesta quarta-feira, 15/12, que a China liberou as exportações de carne bovina brasileira. O embargo durou mais de 100 dias e havia sido estabelecido em setembro, após o Brasil identificar dois casos da doença da "vaca louca".

"Tivemos uma negociação bastante técnica com uma série de trocas de informações e reuniões com a equipe da autoridade sanitária chinesa. Nós já tínhamos concluído o envio das últimas informações pelo nosso canal via embaixada em Pequim há cerca de um mês, então já esperávamos que houvesse uma solução", afirmou, em nota, o secretário Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, José Guilherme Leal.

Até setembro, a China foi responsável por 56% da carne bovina brasileira exportada em 2021. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), o volume de exportações de carne bovina brasileira caiu 43% no mês de outubro quando comparado ao mesmo período de 2020, devido ao embargo do país asiático.

De acordo com o governo federal, os casos de "vaca louca" foram registrados em Nova Canaã do Norte (MT) e Belo Horizonte (MG) e são "atípicos", o que significa que os animais desenvolveram a doença de maneira espontânea e esporádica, sem relação à ingestão de alimentos contaminados. Não foi identificada transmissão da doença entre os animais.


Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181