URUGUAIANA JN PREVISÃO
ABCCC

Definidas últimas vagas para a final do Freio de Ouro

Classificatória aberta realizada na Expointer 2021 definiu mais 15 selecionados para a decisão da modalidade da ABCCC.

No primeiro final de semana da Expointer 2021 foram definidos os últimos classificados para a grande final do Freio de Ouro, que este ano será realizada em evento único entre 29 de setembro a 3 de outubro. Nesta Classificatória Aberta da modalidade, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), 15 conjuntos, sete machos e oito fêmeas, garantiram vaga para a decisão.

Nas fêmeas, o primeiro lugar da classificatória ficou com a égua Na Lua do Ouriço, da Cabanha do Ouriço, de Carazinho, montada pelo ginete Guto Freire, alcançando média de 19,854. Já nos machos, a vitória foi do cavalo Justiceiro do Mano a Mano, das cabanhas Três Trotes, Trigo Limpo, Águia e da Estrela e Marca Onze, de Teutônia, guiado pelo ginete Cláudio dos Santos Fagundes, com pontuação de 20,376.

Indicados pelo Conselho Deliberativo Técnico (CDT) da ABCCC, dois trios de jurados atuaram na Classificatória ao Freio de Ouro Aberta. Francisco Kessler Fleck, Leonardo Alberton Ardenguy e Thiago Schilling Ávila foram os responsáveis pela avaliação na categoria fêmeas. Entre os machos, a responsabilidade do julgamento ficou por conta de Gustavo Silveira Rodrigues, Luiz Martins Bastos Neto e Telmo Raimundi Ferreira.

Entre as fêmeas, completam a lista de classificadas, em 2º lugar (19,545) Punta Cana da Bela Aliança, da Cabanha Bela Aliança, de Campo Alegre (SC), montada por Thiago Augusto Habowsky; em 3º lugar (19,317) NH Forasteira, da Cabanha Novo Horizonte, de Horizontina, montada por Márcio Rodrigues; em 4º lugar (19,260), Maçanilha da Vendramin-TE, da Estância Vendramin, de Palmeira (PR), montada por Fabricio Brunelli Barbosa; em 5º lugar (19,188), Orquídea do Recanto Crioulo, da Estância Três Coxilhas e Estância Serrana, de Barra Velha (SC), montada por Fabio Teixeira da Silveira; em 6º lugar (19,016) TL Índia Hermosa, da Sementes e Cabanha Tombini, de Carazinho, montada por Charles Sum Fagundes; em 7º lugar(18,900), Berlinda do Amanhecer, da Cabanha Nova Querência, de Brasília(DF), montada por Daniel Waihrich Marim Teixeira; e 8º lugar (18,850) Que Buena da Edugaral, da Cabanha Edugaral, de Nova Roma do Sul, também montada por Daniel Waihrich Marim Teixeira.

Entre os machos o 2º lugar (19,207) ficou com Gauderio do Passo Fundo, da Cabanha Passo Fundo, de Palmares do Sul, montado por Daniel Waihrich Marim Teixeira; em 3º lugar (18,618) Quebracho de Santa Thereza, da Cabanha FJM, de São Leopoldo, montado por Volmir Santos De Guimarães; em 4º lugar (18,535), Militar da Cabanha Santa Fé, da Estância do Perau, Santana do Livramento, montado por Milton Ivan Pereira Castro; em 5º lugar (18,384) Castelhano do Velho Matte, da Cabanha Velho Matte, de Taquara, montado por Antonieto da Rosa; em 6º lugar (18,309) Legado da Cabanha Santa Fé, da Cabanha Santa Fé, de Aceguá, montado por Milton Ivan Pereira Castro; e em 7º lugar (18,215) Agrorima 03 Alarife, da Cabanha São José, de Canelinha (SC), montada por Carlos Daniel Rodrigues da Cunha.


Imagens

Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181