URUGUAIANA JN PREVISÃO
Em Porto Alegre

Uruguaianenses se destacam no retorno da Copa Prime de Jiu-Jitsu

O Jornal CIDADE apurou que pelo menos nove lutadores conquistaram pódio na competição.

O uruguaianense Guilherme Vilhalba, que mora em Porto Alegre atualmente e representa a equipe Alliance Mario Reis, conquistou o título de campeão na categoria Adulto/Faixa Marrom/Super Pesado

O último domingo, 22/11, foi especial para os lutadores do Rio Grande do Sul, com o retorno da Copa Prime de Jiu-Jitsu em evento teste na capital gaúcha. Esta foi a primeira competição da modalidade esportiva no estado. A última edição do evento antes da pandemia foi realizada em fevereiro, em Tramandaí, no litoral norte. 

Os uruguaianenses, é claro, marcaram presença no tatame e mais uma vez trouxeram muitas medalhas para o município. O campeonato teste, batizado de "Copa Prime - Experience", seguiu todos os protocolos de prevenção ao coronavírus.

A equipe Gorilla School/Brigadeiro Brazilian Jiu-Jitsu foi a que levou mais uruguaianenses ao evento. Foram 15 lutadores, sendo que quatro conquistaram pódio. Um deles é o atleta Lucas Salgueiro de Moraes, de 30 anos, que trouxe o bronze na categoria Master 1/Faixa Roxa/Peso Médio.

Ao CIDADE, o atleta falou sobre mais uma conquista no tatame. "É muito bom estar de volta as competições, vendo a vida voltar ao normal. Nós aqui de Uruguaiana temos que amar demais o esporte, porque a primeira batalha que enfrentamos é a distância. Viajamos mais de 600 km para poder lutar, conseguir um lugar no pódio é o que nos motiva a seguir em frente", comemora. "Este resultado não é o que um atleta almeja, mesmo assim não pode ser desprezo e sim comemorado. Meu aluno João Oliveira fez segundo na categoria dele. É incrível por estamos tanto tempo sem poder treinar direito ou competir. Além disso, meu mestre foi campeão e isso nos deixou muito feliz, fez nosso esforço de ir até lá lutar valer a pena com certeza", ressalta.

Também representaram a equipe Brigadeiro: o professor Gregório Thomaz Acosta, que foi campeão na categoria Master 3/Faixa Preta/Peso Médio. João Vicente Alves Oliveira foi vice-campeão na categoria Adulto/Faixa Branca/Pesadíssimo e Henrique Padovan Schuck conquistou o bronze na categoria Absoluto/Adulto/Faixa Branca/Pesado.

A equipe Drill Bjj/Bipe Bastos também marcou presença mais uma vez na Copa Prime. Foram cinco atletas e três conquistaram pódios. "Estávamos ansiosos pela competição, visto ser esse 2020 um ano atípico. Dessa vez fomos com apenas cinco atletas, infelizmente outros competidores não puderam ir, mas estamos muito satisfeitos com os resultados", celebrou o professor Bipe Bastos, que também lutou e foi vice-campeão na categoria Master 3/Faixa Preta/Super Pesado e 3º lugar no Absoluto.

Também lutaram pela equipe Bipe Bastos: Ricardo Finoquete, que foi vice-campeão na categoria Master 2/Faixa Marrom/Médio e bronze no Absoluto. Jeferson Nascimento foi campeão na categoria Master 2/Faixa Azul/Leve.

O uruguaianense Guilherme Vilhalba, que mora em Porto Alegre atualmente e representa a equipe Alliance Mario Reis, conquistou o título de campeão na categoria Adulto/Faixa Marrom/Super Pesado. "Muito bom voltar aos campeonatos, estava com saudades! Agora estou me preparando para o próximo desafio, em duas semanas vou lutar o Grand Slam no Rio de Janeiro, é um campeonato grande, com grandes nomes, espero fazer bonito lá também", ressaltou.

O uruguaianense Claudio Fernandes de Oliveira Filho, que atualmente reside em Santa Maria e representa a equipe Thork do centro do estado, foi vice-campeão na categoria Master 1/Faixa Marrom/Meio Pesado.


Imagens

Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181