URUGUAIANA JN PREVISÃO
Parceria entre conterrâneos

Uruguaianense tem música gravada por ídolo Serginho Moah

'Ouvi Dizer', de Arthur Rilo, está disponível em todas as plataformas digitais na voz de músico que emplaca sucessos desde os anos 90.

Foto: Arquivo pessoal

O cantor, compositor e jornalista uruguaianense Arthur Urroz Rilo não poderia ter recebido uma notícia melhor no início deste mês. Um de seus ídolos, o conterrâneo Serginho Moah, deu voz a sua letra "Ouvi Dizer", que já está disponível em todas as plataformas digitais.

Hoje com 25 anos, Rilo compõe desde os 15 e como todo compositor, sonha em ter uma música gravada por um ídolo nacional. "O Serginho veio fazer um show ano passado e uma semana antes eu tive uma inspiração e fiz uma música, quando eu acabei e cantei de novo percebi que era a cara dele", explica o uruguaianense sobre como iniciou o processo. "No dia do show tive a oportunidade de ir no camarim e conversar com ele, mas tive muita vergonha de cantar para ele. Meses depois eu estava em casa ouvindo essa composição e não me aguentei, chamei ele no WhatsApp e enviei, ele respondeu em 15 minutos com a mensagem: 'Oh Mano guarda essa música agora, não mostra para ninguém que eu tô indo pra um show. Na volta a gente conversa'", detalha.

De lá para cá, Serginho se apaixonou pela música e resolveu gravá-la. Devido a pandemia, os planos foram adiados um pouquinho, mas não cancelados. A música saiu pelo selo Midas do renomado produtor Rick Bonadio e foi produzida por Giba Moojen, um dos responsáveis pelas obras de Vitor Kley. "Realmente um sonho", vibra Rilo.

Sonho que vira realidade

Arthur Rilo disse que sempre ouviu Serginho Moah ainda no tempo do Papas da Língua, mas não imaginava que o sonho de um ídolo gravar um single seu viraria realidade. "Sempre curti as composições do Serginho, que é um cara que gravou praticamente só composições dele durante toda a carreira, então era algo inatingível para mim. Mas a vida nos prega grandes surpresas", comemora. Rilo acumula mais de 400 músicas compostas em dez anos, mas essa foi a primeira gravada por um artista renomado como Serginho Moah.

O artista uruguaianense ainda falou sobre as inspirações para compor. "Essa letra surgiu num dia triste. Eu estava brigado com a minha namorada e pensando sobre coisas do nosso relacionamento, ela saiu em uns cinco minutos, foi feita pensando na nossa relação. Amor, relacionamentos são a maior fonte de inspiração que eu tenho", conta.

Carreira

Arthur compõe há dez anos e canta há cinco. Antes da pandemia ele e sua banda estavam fazendo shows por várias cidades do estado, como: Alegrete, São Borja, Itaqui, Pelotas, São Gabriel. "Para mim como compositor agora o caminho é encontrar mais artistas e levar meu som para outros lugares, o Serginho já está me ajudando nisso. Tenho músicas para serem lançadas pelos amigos do Trio Mestiço e Bolinho, do pagode aqui de Uruguaiana. Se Deus quiser vem muita coisa boa por aí", celebra.

Inclusive em 2018, sua banda fez show no "Brazilian Day" em Buenos Aires, que reuniu cerca de 100 mil pessoas e foi organizado pela Associação Brasileira Me Leva Que Eu Vou, Embaixada Brasileira e a Prefeitura da capital argentina.


Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181