URUGUAIANA JN PREVISÃO
FIVRS 2021

Festival Internacional de Videodança exibe 45 trabalhos

Foto: Divulgação

A segunda edição do Festival Internacional de Videodança do Rio Grande do Sul (Fivrs) ocorrerá entre os dias 2 a 12 de setembro e terá a apresentação de 45 trabalhos. São 25 produções nacionais provenientes de 10 estados e 20 trabalhos oriundos de 13 diferentes países, selecionados entre um total de 139 inscrições homologadas. A primeira edição, em 2020, exibiu 25 produções de um total de 81 inscritos, de nove países e 10 estados do Brasil. As videodanças selecionadas combinam as linguagens das artes do vídeo e da dança em temáticas livres com duração de um a dez minutos.

A equipe do festival comemora o crescimento no número de inscrições e a expansão geográfica de sua abrangência. E as diretoras, Carmen Hoffmann e Rosângela Fachel, destacam a diversidade das videodanças recebidas, "que apresentam um amplo espectro de abordagens e de perspectivas poéticas, estéticas, culturais, identitárias e políticas, compondo um potente panorama nacional e internacional da linguagem da videodança na contemporaneidade, que, como não poderia deixar de ser, é atravessado pelo impacto da pandemia da covid-19 e por suas implicações tanto no âmbito individual quanto coletivo".

Os trabalhos internacionais vêm de África do Sul, Argentina, Bielorrúsia, Chile, Colômbia, Espanha, EUA, Inglaterra, Itália, Malásia, México, Porto Rico e Portugal. Os nacionais são de Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

A realização do FIVRS é da Universidade Federal de Pelotas (Programa de Pós-graduação Mestrado em Artes Visuais - PPGAVI, e Curso de Dança ) e da Fundação Ecarta. A exibição ocorrerá de maneira híbrida, virtualmente no site e no canal YouTube do FIVRS e de maneira presencial na Galeria Ecarta, de Pelotas.

Comissão avaliadora

A seleção ficou a cargo da comissão avaliadora convidada, composta por cinco integrantes, sendo dois brasileiros e três estrangeiros.

Ana Sedeño Valdellós (Espanha), criadora audiovisual e professora da Universidad de Malaga, Espanha;

Denise Matta (Brasil), diretora da IMARP - Mostra Internacional de Dança - Imagens em Movimento - Videodança, na cidade de Ribeirão Preto/SP/Brasil;

Leonel Brum (Brasil), professor e coordenador dos cursos de dança do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará - ICA/UFC e coordenador do Midiadança: laboratório de dança e multimídia;

Jose Alirio Peña (Venezuela/Argentina), diretor do CINEVERSATIL - Festival Internacional de Cortometrajes sobre Diversidade, Argentina, e do Festival Internacional de Cine y Vídeo Verde de Venezuela - FESTIVERD;

Wanda López Trelles (Argentina), cofundadora e codiretora do Proyecto Corporalidad Expandida.


Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181