URUGUAIANA JN PREVISÃO
Rubens Montardo Junior

Quem quer dinheiro...

A Ponte, há décadas reivindicada, entre as cidades de Bela União, na República Oriental do Uruguai, e Monte Caseros, na República Argentina, está com a abertura da licitação para o mês de dezembro de 2022. A estimativa da conclusão d a obra é de 2 anos. Confirmada a obra, teremos um novo caminho para chegarmos até Buenos Aires. "Que se cumpla feliz"!

Sumidos
A crise está mesmo ganhando contornos bizarros. Uruguaiana, mesmo com esta infinidade de farmácias, o cidadão está tendo acentuada dificuldade para encontrar antibióticos que são prescritos pelos médicos. Nestes tempos bicudos, até a "Dona Amoxilina" e outros afins estão sumidos das prateleiras.

Emendas Pix
As denominadas Emendas Pix, que integram o Orçamento da União, tiveram alta de 132% neste ano eleitoral. Parlamentares conquistaram R$ 176,8 milhões a municípios do Rio Grande do Sul. A previsão do crédito é nesta semana, antecipando-se as vedações existentes no período eleitoral que iniciará no próximo dia 2 de julho. Estes recursos que chegarão em 397 municípios gaúchos foram usados por 29 parlamentares, superando em 132% os R$ 76,3 milhões de 2021 e em 662% os R$ 23,2 milhões liberados em 2020. Desde então, seu uso aumenta entre os parlamentares e, em 2022, a previsão é de que chegue a R$ 3,28 bilhões. Criada em 2019, pela emenda constitucional 105, essa modalidade é uma nova maneira de distribuição de recursos do orçamento federal. Menos conhecida do que as emendas de relator (o orçamento secreto), mas também considerada pouco transparente e de difícil fiscalização, essa alternativa está no centro das polêmicas que envolvem a contratação de shows sertanejos com cachês milionários em municípios brasileiros com população inferior a 50 mil habitantes, por exemplo. Estas emendas têm transferência especial, é instantânea, e faz com que a etapa do recurso em conta seja imediatamente creditada aos municípios, sem necessidade de projetos, análise ou vinculação prévia aos ritos tradicionais de aferição de políticas púbicas. Confira as 20 principais cidades gaúchas contempladas com estas emendas neste ano: Pelotas lidera o ranking com R$ 4,059 milhões; Porto Alegre com 3 milhões; Santa Maria - R$ 2,9 milhões; Venâncio Aires - R$ 2,78 milhões; Cachoeira do Sul - R$ 2,25 milhões; Alvorada com 2 milhões; Canguçu - R$ 1,63 milhão; Pinheiro Machado - R$ 1,6 milhão; Candiota - R$ 1,49 milhão; Veranópolis - R$ 1,4 milhão; Torres - R$ 1,4 milhão; Santa Rosa - R$ 1,35 milhão; Camaquã - R$ 1,35 milhão; Soledade - R$ 1,3 milhão; Novo Hamburgo - R$ 1,29 milhão; Caçapava do Sul - R$ 1,28 milhão; Imbé - R$ 1,28 milhão; Nova Santa Rita - R$ 1,28 milhão; São Leopoldo - R$ 1,24 milhão; e Ijuí, na vigésima colocação, conseguiu R$ 1,2 milhão.

Emendas
Estas emendas especiais ao Orçamento, não serão fiscalizadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), recaindo, em teoria, está atribuição aos Tribunais de Contas dos Estados (TCE).

Emendas II
Estes são valores que os 29 parlamentares gaúchos obtiveram com estas emendas: o ranking é liderado pelos deputados federais Maurício Dziedricki (Podemos) e Onyx Lorenzoni (PL), R$ 8.819.682,00 cada um; Giovani Cherini (PL) - R$ 8.819.000,00; Marcelo Moraes (PL) - R$ 8,81 milhões; Jerônimo Goergen (PP) - R$ 8,56 milhões; Nereu Crispim (PSD) - R$ 8,31 mi; Marcon (PT) - R$ 8,01 mi; Danrlei de Deus (PSD) - R$ 8 milhões; Liziane Bayer (Republicanos ) - R$ 7,81 mi; Senador Luís Carlos Heinze (P) - R$ 7,76 milhões; Pompeo de Mattos (PDT) - R$ 7,51 mi; Daniel Trzeciak (PSDB) - R$ 7,24 mi; Senador Lasier Martins (Podemos) - R$ 7,05 milhões; Paulo Pimenta (PT) - R$ 6,78 mi; Afonso Hamm (PP) - R$ 6,70 mi; Lucas Redecker (PSDB) - R$ 6,55 mi; Alceu Moreira (MDB) - R$ 6,51 mi; Maria do Rosário (PT0 - R$ 6,41 mi; Sanderson (PL) - R$ 6,16 mi; Henrique Fontana(PT) - R$ 6,15 mi; Pedro Westphalen (PP) - R$ 5,57 mi; Marlon Santos (PL) - R$ 5,33 mi; Heitor Schuch (PSB) - R$ 4,5 mi; Afonso Motta (PDT) - R$ 3,8 mi; Giovani Feltes (MDB) - R$ 2,86 mi; Bohn Gass (PT) - R$ 2,18 mi; Carlos Gomes (Republicanos) - R$ 1 milhão; Osmar Terra (MDB) - R$ 439.365,00; e Fernanda Melchionna (Psol) - R$ 300 mil.

Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181