URUGUAIANA JN PREVISÃO
Ricardo Peró Job

Luzes & Sombras

Prendo e arrebento
O dublê de ministro do STF e mandatário sem votos do Brasil não está sozinho em sua intenção de prender e punir manifestações políticas nas redes sociais durante as eleições. O ministro das Comunicações da "democrática e popular" Venezuela, Freddy Ñáñez, informou que planeja vigiar as redes sociais durante a campanha eleitoral, que vai até 18 de novembro. Ñáñez explicou que a medida seria uma forma de "garantir a liberdade de expressão".

Prendo e arrebento II
A Justiça do Vietnã, outra ditadura, condenou cinco jornalistas à prisão por publicar reportagens em uma página do Facebook. A pena foi de dois a quatro anos e meio de prisão. O Tribunal condenou-os por "abusar dos direitos democráticos e liberdades ao violar os interesses do estado e interesses legítimos das organizações e dos cidadãos".

Prendo e arrebento III
O evento de lançamento do livro sobre Xi Jinping com o título de O Homem Mais Poderoso do Mundo foi cancelado na Alemanha. A pressão veio do cônsul chinês em Dusseldorf e do Instituto Confúcio. Como os europeus se borram de medo da China, bovinamente aceitaram o cancelamento. Segundo um dos autores, os representantes do Instituto Confúcio disseram que o problema não era com o conteúdo do livro, mas o fato haver sido escrito um livro sobre Xi Jinping, pois o líder supremo da China é visto como alguém que não deve ser tocado e abordado, pelo menos não por jornalistas independentes.

Prendo e arrebento IV
Membros das milícias do governo do Talibã atacaram os convidados de um casamento. Um dos parentes das vítimas relatou que os milicianos abriram fogo durante a festa, na cidade de Sorkhood porque os convidados estavam ouvindo música. Duas pessoas morreram e outras ficaram feridas. Mas, como disse uma das "focas" da CNN quando da tomada pelo Talibã do gabinete presidencial, enquanto entoavam a bela canção "Morte à América", "eles parecem amistosos".

Boas novas
Uma unidade da renomada Universidade de Oxford passará a funcionar no Brasil. O objetivo é o desenvolvimento de novas pesquisas, produção de vacinas, medicamentos e formação de novos pesquisadores. É o resultado da parceria realizada entre o Ministério da Saúde e a universidade britânica pelo ex-ministro da Saúde Nelson Teich, que possibilitou ao Brasil fabricar vacinas contra a covid19. A boa nova foi anunciada pelo atual chefe da pasta, Marcelo Queiroga, em visita à Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha. A previsão é que a unidade seja instalada até o ano que vem.

Triste realidade
Em minha coluna da semana passada comentei sobre a decisão da a 3ª Câmara Criminal do TJ do RS pela qual isenta bandidos que atiram contra policiais de tentativa de homicídio. No final da nota comentei que o policial que acertasse um dos "anjinhos" na perseguição, terminaria por responder processo. Pois esta semana, deu no Estadão: "O Ministério Público de Minas Gerais e a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado vão investigar a operação que terminou com 26 supostos criminosos mortos na madrugada de domingo, em Varginha. A Ordem dos Advogados do Brasil, seção Minas Gerais, também vai acompanhar os trabalhos".  Os criminosos mortos são suspeitos de integrar uma quadrilha de assaltantes denominada de "novo cangaço". O bando participou do assalto em Araçatuba, São Paulo, quando explodiu dois bancos. Na ação, usaram reféns como escudos humanos, enfrentaram a polícia e espalharam explosivos pela cidade.

Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181