URUGUAIANA JN PREVISÃO
Ricardo Peró Job

Luzes & Sombras

Safadeza anunciada
A safadeza se realizou, como já prevíamos em colunas anteriores. Em meio à crise hídrica, a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), aprovou um edital de leilão para contratação de energia reserva. O fornecimento deverá ocorrer entre 1º de maio de 2022 e 31 de dezembro de 2025. De acordo com Aneel, serão contratadas energias provenientes de usinas eólicas, solares e termelétricas movidas a óleo diesel, a óleo combustível, a biomassa e a gás natural. Piada. A Aneel sabe que 99% das contratadas serão termelétricas movidas a diesel, carvão e outros combustíveis poluentes, pois ela mesma impõe obstáculos para a implantação de usinas solares e eólicas. Também os orgãos governamentais responsáveis pelo meio-ambiente seguem atrasando licenciamentos ambientais para este tipo de energia limpa, enquanto parecem ignorar a existência das termelétricas. São juntamente culpados os ambientalistas de almanaque, que ao fazerem campanha contra os reservatórios das hidrelétricas no conforto de suas moradias em Ipanema ou Morumbi, tiraram delas a capacidade de estocar energia. Belo Monte, que custou bilhões, está com apenas uma turbina em funcionamento, pois em vez de reservatório tem um espelho d'água e depende da vasão do rio. Aliás, é visível o desinteresse da Aneel e do próprio governo em estimular projetos de geração de energia mais barata e renovável, como a solar, a eólica e a hidroelétrica, o que nos libertaria da eterna dependência das termelétricas, caras e poluentes. A própria Aneel calculou em R$13,8 bilhões o custo das termelétricas no período. Portanto, a tal bandeira foi criada para fazer frente a esse custo, enriquecendo ainda mais os proprietários destas usinas.

Safadeza anunciada II
A Câmara aprovou esta semana o projeto que afrouxa a Lei de Improbidade Administrativa, dificultando a punição a gestores corrutos ou ineficientes. O projeto prevê condenação por improbidade apenas nos casos em que seja comprovado o "dolo específico", ou seja, a intenção de cometer irregularidade. Portanto, mesmo que a conduta de um prefeito ou de qualquer agente público resulte em prejuízo à administração pública, ele só será condenado se for provada a intenção. As pequenas alterações feitas elos senadores ao projeto original realizadas na semana passada, amenizando a bandalheira explícita foram rejeitadas. A nova lei enfraquece o combate à corrupção, deixando brechas para a impunidade dos ladrões e maus gestores.

Notícia boa
Segundo um relatório produzido pela União Europeia, o Brasil é o país do mundo que mais reduziu as emissões de gases causadores do efeito estufa desde a assinatura do Acordo de Paris, em 2015. O Centro Integrado de Pesquisa do Hub de Ciência da UE, que mantém dados sobre as emissões de todos os países do mundo desde 1970, registra que o Brasil reduziu emissões em 2,1% por ano, em média, desde a assinatura do acordo até o ano de 2020. Mas, a notícia permaneceu quase secreta em nossa chamada "grande imprensa".

Nova perseguição
Só pode ser por ignorância a idolatria de alguns grupos gays que militam em partidos como Psol e PC do B pelos governos comunistas como os da China e de Cuba. Na semana passada, como comentamos nesta coluna, o governo cubano proibiu a passeata de orgulho gay em Havana. Esta semana foi a vês do governo chinês de interferir na criação de jogos eletrônicos para crianças e adolescentes, proibindo personagens gays. Segundo a informação do jornal britânico The Times, o governo de Pequim proibiu "homens afeminados" e relacionamentos gays nos "games". A nota do Partido Comunista Chinês esclarece também que, doravante, os personagens dos jogos devem ter "gênero definido".

Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181