URUGUAIANA JN PREVISÃO
Ricardo Peró Job

Luzes & Sombras

Os amistosos

O ministro das Prisões do Taleban (que título!) anunciou que a milícia islâmica que está no poder irá retomar as execuções e as amputações de mãos para castigar delinquentes. "Cortar as mãos é muito necessário para a segurança", declarou em entrevista à agência Associated Press. Na semana passada, os talibãs penduraram em um guindaste os corpos de quatro supostos sequestradores na praça principal da cidade de Herat. Segundo eles, os homens sequestraram um empresário e seu filho e pretendiam tirá-los da cidade. Mas, como disse uma "foca" da CNN que presenciou a tomada do Palácio Presidencial pela milícia de selvagens, "eles parecem amistosos".

Impunidade
Enquanto a mídia  mancheteia diariamente os "depoimentos" de testemunhas, indiciados e declarações dos marginais que comandam a cômica CPI da Covid no Senado, mansamente o Congresso segue com sua meta de solidificar a impunidade no país. Um projeto de lei que garante blindagem para advogados está pronto para ser votado no plenário da Câmara. A proposta dificulta buscas e apreensões em escritórios de advocacia e inibe acordos de delação premiada, proibindo que magistrados autorizem medidas cautelares fundamentadas "meramente em indícios", depoimentos que não constam em processos investigatórios ou com base em elementos apresentados em delação premiada não confirmados por meio de outras provas.

Impunidade II
O projeto de lei que desfigura a Lei de Improbidade Administrativa foi aprovado esta semana no Senado. O relator, Weverton Rocha acelerou a tramitação da proposta. Entre outras bandalheiras, a nova lei deixará de punir as famosas "rachadinhas" e a acusação terá que provar que "houve vontade de cometer o dolo" nos casos de improbidade.

Impunidade III
Na semana passada, a Justiça liberou nas ruas do país milhares de marginais para o 5º "Saidão" do ano. Somente no Distrito Federal liberou, mais de dois mil presos do Centro de Progressão Penitenciária e do Complexo Penitenciário da Papuda foram soltos.

Cara de pau
A Organização Internacional para as Migrações, ligada à ONU, pediu formalmente ao governo brasileiro para que o país acolha imigrantes os haitianos acampados ao longo da fronteira entre Estados Unidos e México, pois é sabido que o governo "fascista" brasileiro tem acolhido a maioria dos imigrantes que aqui pedem asilo. Só de venezuelanos, foram perto de 400 mil. Enquanto isso, Joe Biden, uma espécie de "Mahatma Ghandi do Norte" -segundo apregoavam âncoras de Globo e da CNN durante as eleições norte-americanas - segue fretando aviões para deportar mais rapidamente os imigrantes que tentam entrar clandestinamente no país. Nosso herói também mantém os famosos "depósitos de crianças" separadas dos pais, tão criticados pelo Partido Democrata durante o governo de Donald Trump.

Cuba
O Psol, partido que conta com a simpatia da maioria dos jovens ativistas gays do país é uma agremiação que admira o governo cubano. Pois este mesmo governo é responsável pela maior perseguição aos gays nas Américas. Esta semana, impediu que ativistas da comunidade LGBT se reunissem em Havana para a marcha anual contra a homofobia. O Centro Nacional de Educação Sexual de Cuba (que título para uma instituição governamental, hein?) determinou que o desfile contra a homofobia não poderia acontecer devido a "novas tensões no contexto internacional e regional" e cancelou o evento "em conformidade com a política do Partido, do Estado e da Revolução". Ao que parece, não é só o "Bozo" que não gosta dos gays.

Sobre nós:

Credibilidade na informação regional e a força de um dos precursores da informação em Uruguaiana. Você também está convidado para fazer parte dessa história.

Telefone: (55) 3402-2782
Endereço: R. Duque de Caxias, 2247 - Centro, Uruguaiana - RS, 97500-181